Todos os post de Rodrigo Lobo

Limpeza do corpo de borboleta

MOTORES TORQUE (Brava 1.6 ano modelo 1999 a 2001)

Iremos mostrar hoje o procedimento correto e recomendável para a realização da manutenção do TBI, o corpo de borboleta dos Bravas 1.6 com motor Torque.

Trata-se de um procedimento bem simples que com conhecimento básico de mecânica e algumas ferramentas simples, se obter o sucesso e uma boa economia de dinheiro.

A limpeza desse sistema auxilia e muito nas irregularidades de marcha lenta, principalmente quando o carro começa a morrer.

Caso o procedimento não resolva, mande testar o seu atuador de marcha lenta, nem sempre o problema é só limpeza.

Lista de material e ferramentas necessárias:

  • chaves de fenda
  • jogo de chave torx
  • produto WD40 ou CAR80
  • limpa contatos de secagem rápida (atenção não é o WD40)
  • alicate de bico
  • alicate torquês (em ultimo caso alicate de corte grande)

Só realize esse procedimento com o motor frio e remova o conector do negativo da Bateria

Retirando as mangueras de água, de preferência abra o reservatório de água para reduzir a pressão. Pode ser que nem tenha água nessas mangueiras (como aconteceu no meu)
Retire as abraçaceiras originais com um alicate de bico ou chave de fenda, cuidado pra não furar a mangueira.

Remova também a mangueira grande de entrada de ar, mesmo tipo de abraçadeira e ferramentas usadas. Retire também a conexão de uma mangueira mais fina que vai para a frente do motor. Idem para a abraçadeira.

Após soltar as abraçadeiras, retire as mangueiras de água que ficam encaixadas no corpo da borboleta

Desplugue os conectores elétricos que tem no corpo e no atuador de marcha lenta

Foto com o corpo sem as mangueiras e com o seu interior BEM SUJO de carbonização

Veja a sujeira parte 1

Veja a sujeira parte 2

Veja a sujeira parte 3

Veja a sujeira parte 4

Retire com uma chave torx o atuador de marcha lenta (dois parafusos)

Desplugue o conector do atuador

Veja como está a ponta do atuador, bem sujo

Esse atuador já é paralelo, então a ponta dele não é dourada, mas se percebe a diferença, os originais tem a ponta dourada e a diferença após a limpeza com WD40 ou CAR80

Injete limpa contatos de secagem rápida (não é WD40 eim) em todos os contatos dos conectores

Local já com o corpo de borboleta retirado
Retire o cabo do acelerador (não tem fotos)
Vc tem que soltar a ponta do cabo que fica em uma espécie de disco, entenda como ele é colocado para recoloca-lo depois (é fácil)
Retire os 4 parafusos torx que segura o corpo de borboleta e o cabo do acelerador

Injete o WD40 ou CAR80 em todas as entradas dos componentes que tirou no coletor, como no local que fica o atuador e por dentro da entrada maior, atente para jogar em todo ele (por baixo, em cima, etc).

Veja como fica após jogar o produto, a sujeiro escorre toda. Use um pano com cuidado pra não ficar pedaços lá dentro, para remover esse líquido sujo.

Corpo de borboleta já fora, jogue o WD40 ou CAR80 por toda a peça, por dentro e por fora

Agora o corpo de borleta limpinho

Mais fotos dele limpinho (esse lado é no sensor de posição), você poderá tira-lo (uma peça preta aparafusada), retire, memorize ou anote a posição dele. E limpe-o por dentro (a peça não limpe), somente o conector da mesma com o limpa contatos.

Mais fotos por dentro – bem limpo

Limpo

Injete o WD40 ou CAR80 nesse “furinho”, esse é a principal via de irregularidade na marcha lenta também

Tudo pronto pra recolocar tudo.

Basta seguir a ordem inversa para montar tudo com muito cuidado pra não esquecer de nada e testar o carro.

Cuidado com o torque nos parafusos, se exagerar você pode estragar o pré-coletor. Use o bom-senso.

Se o problema de marcha lenta do seu carro tenha realmente origem nessas peças, depois de limpo o carro voltará a apresentar comportamento estável, irá parar de trepidar nas saídas e melhorará o comportamento até com o ar condicionado em uso. O consumo de combustível também irá melhorar.

Existem máquinas próprias para testar o atuador de marcha lenta, se for o caso podem ser usadas.

Mas o que suja o atuador de marcha lenta e deixa o carro assim?

Existe um respiro de óleo do cárter que chega bem na cara do corpo de borboleta. Esse respiro deixa gases de óleo entrarem para combustão junto com o ar admitido, porém parte desses gases liquefaz em contato com o corpo de borboleta e seus componentes. Com o tempo e temperatura, isso vira uma borra e trava o atuador. Com mais tempo ainda ele queima, visto que não está funcionando corretamente. Eu aconselho realizar a limpeza a cada 20.000km pelo menos, junto com a verificação do correto funcionamento do respiro e troca do elemento anti-chama.

Mais dicas em www.bravaclub.com.br/forum